↑ Voltar para Filosofia

Imprimir Página

Sadhya – a meta última

Prema faz Krsna e Seus devotos dançarem e ele também, o próprio amor, dança pessoalmente. Desta forma, todos os três dançam juntos num mesmo lugar.

samyan maasrnita-svanto mamatvasayankitah
bhavah sa eva sandratma budhaih prema nigadyate

Quando bhava-bhakti ou rati se aprofunda e amadurece, o coração do sadhaka se torna completamente suave e derretido por um sentido sobrepujante de mamata ou possessividade por Krsna. Então o devoto experimenta a exaltação supreça da bem-aventurança transcendental condensada. As autoridades eruditas descrevem esta condição como prema.

 

sarvatha dhvamsa-rahitam yadyapi dhvamsa-karane
yad bhava-bandhanam yunoh sa prema parikirtitah

Quando o afeto entre um rapaz e uma moça não pode ser nunca destruído, mesmo quando há alguma causa para sua destruição, mas, ao invés disso, tal afeto se torna ilimitadamente mais novo e palatável, chama-se tal atração de prema – amor puro transcendental.

 

atmendriya-priti-vancha-tare bali ‘kama’
krsnedriya-priti-iccha dhare ‘prema’ nama

O desejo de gratificar os próprios sentidos recebe o nome de kama (luxúria), mas o desejo de satisfazer os sentidos de Sri Krsna é prema (amor puro por Deus).

yasyag sreyas-karam nasti yaya nirvrtim apnuyat
ya sadhayati mam eva bhaktim tam eva sadhayet

Prema-bhakti é a meta e o objetivo da vida. Não há nada mais auspicioso do que isso. A plataforma de bem-aventurança suprema é obtida somente através de prema-bhakti. Este prema-bhakti, que  pode Me controlar, é somente obtido através de sadhana-bhakti.

nitya-siddha krsna-prema ‘sadhya’ kabhu naya
sravanadi-suddha-citte karaye udaya

Krsna-prema é uma potencialidade que existe eternamente nos corações das entidades vivas. Não é algo que tenha ser recebido vindo de outra fonte. Quando o coração é purificado por ouvir e cantar (sob a orientação do sad-guru), este amor desperta naturalmente.

 

sadhana-bhakti haite haya ‘rati’ ra udaya
rati gadha haile tara ‘prema’ nama kaya

prema vrddhi-krame nama, sneha, mana, pranaya
raga, anuraga, bhava, mahabhava, haya

Por praticar o serviço devocional (sadhana-bhakti) com regularidade, a pessoa se torna gradualmente apegada a Srti Krsna. Isto se chama rati. Quando rati se intensifica, se transforma em prema. Os vários estágios de prema na medida em que gradualemte aumenta a sua intensidade são: sneha, mana, pranaya, raga, anuraga, bhava e mahabhava.

 

premanjana-cchurita-bhakti-vilocanena
santah sadaiva hrdayesu vilokayanti
yam syamasundaram acintya-guna-svarupam
govindam adi-purusam tam aham bhajami

As personalidade santas, cujos olhos de bhakti estão untados com o kajala de prema, sempre contemplam Sri Krsna dentro de seus corações como Syamasundara, a personificação de qualidades inconcebíveis. Ofereço serviço a este adi-purusa, Govinda.

 

krsnere nacaya prema, bhaktere nacaya
apane nacaye, tine nace eka-thani

Prema faz Krsna e Seus devotos dançarem e ele também, o próprio amor, dança pessoalmente. Desta forma, todos os três dançam juntos num mesmo lugar.

 

 

 

 

 

 

Link permanente para este artigo: http://www.gauravani.com.br/filosofia/sadhya/