↑ Voltar para Filosofia

Imprimir Página

Sadhana – o processo

Sadhana: o processo de ocupar corpo, mente, palavras a serviço do mestre espiritual e dos vaisnavas

krti-sadhya bhavet sadhya-bhava sa sadhanabhidha
nitya-siddhasya bhavasya prakatyam hrdi sadhyata

Sadhana-bhakti é a ocupação da mente e dos sentidos nos angas de bhakti com o propósito de alcançar bhava-bhakti. Este bhava é uma potencialidade que existe eternamente no coração da jiva e se manifesta no coração purificado do sadhana através da misericórdia de um sad-guru presente no planeta, um nitya-siddha.

 

sravanam kirtanam visnoh smaranam pada-sevanam
arcanam vandanam dasyam sakhyam atma-nivedana
iti pumsarpita visnau bhaktis cen nava-laksana
kriyeta bhagavaty addha tan manye ‘dhitam uttamam

[Prahlada Maharaja diz]: Ouvir e cantar sobre os santos nomes, forma, qualidades, parafernália e passatempos do Senhor Visnu, lembrar-se Dele, servir os pés de lótus do Senhor, oferecer adoração respeitosa ao Senhor, oferecer preces ao Senhor, tornar-se Seu servo, considerar o Senhor o seu melhor amigo e render tudo a Ele. Em outras palavras, servir com o corpo, mente e palavras. Aquele que dedica sua vida e alma ao serviço ao Guru e Krsna  através desses nove processos de bhakti deve ser aceito como o devoto mais elevado e mais erudito, pois ele adquiriu o conhecimento perfeito.

adau sraddha tatah sadhu-sango ‘tha bhajana-kriya
tato ‘nartha-nivrttih syat tato nistha rucis tatah
athasaktis tato bhavas tatah premabhyudancati
sadhakanam ayam premnah pradurbhave bhavet kramah

No início há sraddha (que surge do contato anterior com os devotos) na forma de fé nas palavras do sadhu e do sastra. Com o seu aparecimento a pessoa adquire elegibilidade para sadhu-sanga e então vem a fase de bhajana-kriya (atividades devocionais que começam pela pessoa se abrigar no Guru, receber iniciação dele e outras práticas). O estágio de anartha-nivrtti (erradicação da contaminação na forma das vontades indesejadas no coração) também começa neste momento e depois vem o estágio de nistha (onde se está fixo nas práticas devocionais). Na sequência, ruci (o gosto pelo nome, qualidades, forma e atividades de Radha-Krsna) surge  e então asakti (apego profundo) surge tanto pelo processo de bhajana como pelo objeto de bhajana, Sri Krsna. Quando este estágio amadurece é tranformado em bhava e então surge prema. É assim que prema gradualmente se manifesta no coração do sadhaka.

Link permanente para este artigo: http://www.gauravani.com.br/filosofia/sadhana/